Meu marido perdeu o interesse por mim depois que engravidei: O que fazer?

meu marido perdeu o interesse por mim depois que engravidei

Quando o assunto é sexo durante a gravidez , necessariamente temos que lidar com alguns fantasmas que insistem em limitar o prazer sexual na gravidez.

Se já não bastasse esse conflito que atormenta muitas mulheres, entre permanecer mulher e ser mãe, muita vezes se estabelece um silêncio que domina a relação e consequentemente o desejo sexual diminui.

Esse distanciamento pode tornar a relação íntima do casal menos frequente e isso se torna uma grande preocupação entre as futuras mamães.

Muitas mulheres costumam pensar que os seus maridos não as amam mais ou estão com falta de desejo por elas. Mas na maioria das vezes os homens não querem ter relação, por medo de machucar o bebê durante a relação ou até mesmo provocar um aborto.

Os médicos apontam que isso tudo é mito e não há razões para ter medo. Pois o bebê está protegido dentro do útero. O melhor caminho que a mulher deve seguir é conversar abertamente com seu marido e orientá-¬lo da melhor forma.

Meu marido perdeu o interesse por mim depois que engravidei. O que fazer?

meu marido perdeu o interesse por mim depois que engravidei

É importante que você pare de pensar que seu marido não a ama mais ou que não sente mais desejos por você, porque como vimos antes o principal motivo dos parceiros não quererem ter relações íntimas com a parceira que está grávida é por medo de machucar o bebê.

Quando você tiver tomado todos os cuidados necessários e ter ouvido a opinião do médico sobre relação intima na gravidez, é a hora de conversar abertamente com seu marido , tirar todas as dúvidas dele e consequentemente vocês vão ter uma grande admiração e isso tornará a relação mais desejada.

Deixe claro para ele o quanto a relação intima é importante durante a gravidez. Mostre ao seu marido o quanto você é uma gravida sexy, tome uma iniciativa isso será uma surpresa para ele, dessa maneira você vai mostrá¬lo quanto você o deseja.

Meu marido não me deseja mais, o que eu faço?

meu marido perdeu o interesse por mim  que eu faço

É importante você sempre manter um equilíbrio da sua auto¬estima. Com todas as transformações que irão ocorrer no seu corpo, algumas vezes você poderá colocar em dúvida o quanto você é atraente para o seu marido.

O relacionamento intimo durante a gravidez pode se tornar complicado se não houver uma conversa franca entre o casal.

Enquanto a grande maioria dos maridos só tem dúvidas e preocupações em relação ao bebê, as mulheres podem está tirando conclusões precipitadas em relação ao parceiro e consequentemente isso pode abalar a relação durante esse período.

A relação intima pode ser muito rica durante a gestação, use a criatividade, pesquise quais as posições adequadas para gravidas e curta esse momento junto com seu marido, se isso não funcionar a melhor saída será conversar junto com o ginecologista ou procurar uma terapia de casal para que isso não abale o seu relacionamento.

O fato é que algumas atitudes tem total poder de destruir os relacionamentos e uma das formas mais eficientes de se prevenir é conhecer tais atitudes para que assim possa fugir, ok?

Nesse artigo falei sobre a falta de interesse e como lidar com ela, nesse e-book gratuito e abordo outras atitudes que precisa conhecer e excluir de sua vida para que seus relacionamentos possam ser felizes e duradouros.


 
O que achou do artigo de hoje? Se gostou, passe a frente para que outras pessoas possam se beneficiar das informações nele compartilhadas.

Abraços,
Renata Araújo

Continue Reading

7 Dicas para Manter um Relacionamento Duradouro e Feliz

Dicas para Manter um Relacionamento Duradouro e Feliz

Olá minhas amadas! Quantas de nós não desejamos atrair e manter relacionamentos duradouros e felizes?

Para quem está em um relacionamento e para quem já esteve sabe que precisamos diariamente nutri-lo de componentes essenciais para mantermos uma vida longa e satisfatória ao lado de alguém.

Este assunto é bem delicado, pois sabemos que não existem receitas prontas para seguirmos, por outro lado também sabemos que existem componentes que podem nos ajudar e muito a lidar com os diversos desafios que um relacionamento amoroso pode nos proporcionar.

Além disso é sempre importante dizer que as dicas valem para o casal, pois relação é parceria, então mulheres lindas, façam sua parte e saibam desde já que o amor não está escasso, às vezes estamos indo pelo caminho errado.

Vamos lá?

Auto-Estima Equilibrada

Ame-se e cuide-se sempre. O primeiro componente para manter um relacionamento duradouro e feliz é amar-se. Muitas pessoas após o casamento, com a rotina, chegada dos filhos, etc. acabam deixando o cuidado pessoal de lado, este cuidado refere-se tanto ao nosso externo quanto ao nosso interno, refere-se a como nos enxergamos, o quanto cuidamos do nosso corpo e espírito. Cuidar da saúde física e mental é um componente importante para a manutenção de um relacionamento saudável.

Não Alimente Ressentimentos

Em relacionamentos vez ou outra poderemos entrar em discordância com o parceiro, poderemos errar, poderão errar com a gente.

Enfim, estando em um relacionamento, escolhemos estar com alguém que pode nos magoar em alguns momentos e se guardarmos ressentimentos seremos pessoas insatisfeitas na relação amorosa, portanto, perdoe.

Intimidade

Além do amor, o carinho, o contato físico, a vida sexual precisa de atenção pra não entrar na rotina, é importante manter o clima de romance.

A falta de sexo serve como um termômetro na relação. Salvo pelas exceções, a intimidade do casal não pode ficar de lado, trazer novidades, trazer momentos diferentes na intimidade do casal é muito importante, mesmo que encontrar tempo seja difícil, por trabalho ou filhos pequenos, programem-se para se aproximarem mais como um casal e não esqueça de dizer “eu te amo”, não importa o tempo juntos, expresse seu amor verbalmente também.

Reconheça Seus Erros

Busque suas mudanças, todas nós temos pontos a melhorar, e estar atenta a isso fará muita diferença na sua vida amorosa. Às vezes tendemos a enxergar os erros do parceiro e não nos atentamos ao que estamos fazendo de errado em determinada situação, e colocamos toda a culpa em uma só pessoa.

Respeito Mútuo

Tolerância, aprender a aceitar as diferenças entre você e a pessoa que você ama, respeitar as escolhas do parceiro, seus valores e objetivos de vidasão cruciais, imagine uma relação onde não há respeito, já sabemos que não poderá ser satisfatória, ninguém suporta por muito tempo uma pessoa querendo manipulá-la e impor

Diálogo

Quando um dos parceiros sente que suas necessidades emocionais não estão sendo correspondidas eles param de conversar entre si e isso causa o afastamento do casal, não dividem seus medos, seus anseios, suas dúvidas os reais problemas, as conversas podem tornar-se superficiais, portanto, converse, dialogue e compartilhe sua vida com quem você ama.

Companheirismo

É estar juntos incondicionalmente, para o que der e vier, um apoiando o outro sempre que necessário. Muitas pessoas agem com extremo egoísmo na relação, isso acontece ao meu ver devido a não perceberem que existem determinadas atitudes que só destrõem a relação.

Concorda comigo que agindo desta maneira o relacionamento não irá dar certo por muito tempo?

O companheirismo leva à cumplicidade e faz a intimidade do casal estar presente no dia-a-dia, além disso, faz ambos se sentirem valorizados e especiais no relacionamento.

Agora, que atitudes são essas que precisam ser abolidas para que os relacionamentos sejam felizes e duradouros?

Escrevi um livro digital onde eu falo em mais detalhes sobre algumas dessas atitudes e como fugir delas e você pode conferir clicando na imagem abaixo. Boa leitura!


 
Com amor,
Renata Araújo

Continue Reading

O que fazer quando o relacionamento está em crise?

o que fazer quando o relacionamento está em crise

É comum quando o relacionamento está indo mal amigos do casal falarem “façam as pazes e passem por cima disso”, mas quando os problemas se tornam frequentes e difíceis de serem resolvidos, chegamos a pensar que a única solução é terminar o relacionamento. Mas calma, essa não é a única solução.

É importante que você lembre que o seu relacionamento pode ser um dos pontos mais recompensadores da sua vida onde você guarda em um lugar especial os muitos momentos de alegria vividos com a pessoa que você ama.

As diferenças e a convivência do dia a dia são inevitáveis durante qualquer relacionamento e isso pode contribuir para os conflitos e desacordos. As discussões podem levar à verdadeiras batalhas e pode sim afetar o relacionamento que levou meses ou anos para se construir.

Quando as discussões começam a fazer parte da rotina do casal ambos começam a pensar que isso é sinal que o relacionamento em crise e pode chegar ao fim.Mas é importante que você saiba que todos os casais enfrentam crises e que brigas não são sentenças para o fim de uma relação.

Existem inúmeros motivos que podem ser responsáveis pelo o fim do relacionamento. Para descobrir se o seu relacionamento está realmente chegando ao fim, pare, reflita e procure entender o porquê você e seu parceiro não tem mais aquela sintonia.

Será que meu relacionamento está acabando? O que fazer?

Será que meu relacionamento está acabando? O que fazer?

Para enfrentar e superar uma fase difícil no seu relacionamento é muito importante que você e seu parceiro aceitem que está acontecendo uma crise, assim vocês entenderão melhor o problema e irão conseguir chegar mais rápido a uma solução.

É muito importante que os dois estejam dispostos e se esforcem para salvar a relação.

Vocês precisam identificar se o relacionamento está apresentando sinais que está acabando, alguns desses sinais são:

Ciúmes em excesso, irritação com tudo que seu parceiro faz, vida sexual fria, falta de interesse, culpar o outro sempre, tentar mudar o outro, não existir mais conversa entre vocês e mentiras.

Se alguns ou todos desses sinais são os motivos da maioria das brigas entre vocês, está na hora de conversar abertamente com seu parceiro e decidir se estão dispostos a passarem por isso juntos e reconstruírem a relação, deixando claro o que cada um quer e está disposto a fazer.

O que fazer quando o relacionamento esfriar?

O que fazer quando o relacionamento esfriar?

É importante vocês sempre buscarem novas experiências, mudar a rotina parece clichê mas pode ser uma boa aliada, a rotina cansativa pode deixar brechas para diminuir a convivência e o contato, pois acaba atrapalhando e esfriando a relação de muitos casais e vocês não podem deixar que isso aconteça.

Saiam sozinhos, saiam com os amigos, se enturmem com as mesmas turmas, façam atividades prazerosas juntos e se divirtam.

Dependo da maneira que está o relacionamento, mudar pode parecer impossível, mas o importante é que os dois queiram melhorar a relação. Comecem aos poucos como se estivessem temperando um pouco de cada vez a relação e não desistam nas primeiras frustrações. Saibam que se vocês se amam e pretendem passar muito mais tempo juntos vale a pena tentar.

Neste artigo você aprendeu o que fazer quando o relacionamento está em crise, a boa notícia é que não acaba aqui. Eu escrevi um E-book onde eu abordo em detalhes 5 atitudes que você deve excluir de sua vida para ter relacionamentos mais felizes e duradouros.

Deseja saber quais são essas 5 atitudes?

Clique aqui para baixar o E-book Agora!


 
Gostou do conteúdo? Considere compartilhar com amigas e conhecidas para que mais pessoas possam se beneficiar assim como você.

Beijos,
Renata Araújo.

Continue Reading

De que maneira a baixa autoestima interfere na vida amorosa e como equilibrá-la

É comum conhecer ou ver uma pessoa super legal, competente, magnífica se envolver em relações amorosas com pessoas abaixo do seu potencial, você já se perguntou por que isso ocorre?

Porque pessoas com baixa autoestima e baixa autoconfiança tem uma tendência a escolher pares que as decepcionam e não correspondem da mesma maneira que elas.

Quando a pessoa acredita e se julga inferior, ela busca de maneira inconsciente pessoas no mesmo patamar do que ela acredita ser.

Quando o contrário ocorre e ela se envolve com uma pessoa especial, como tem pouca autoconfiança o ciúme surge, e como uma bola de neve cresce e desestabiliza o relacionamento.

Pessoas com baixa autoestima acabam sabotando o relacionamento com sentimentos e atitudes negativas e tóxicas em excesso como ciúmes, medo de ser abandonada, submissão, cobranças, reclamações, mágoas, brigas, vitimização.

Uma das piores consequências de estar com autoestima baixa é permitir e colocar a sua própria felicidade na mãos de outra pessoa, pois quando isso acontece as chances de viver um relacionamento longo e frustrante ou vários relacionamentos instáveis é muito alta.

Boa parte da autoestima é construída na infância e na adolescência, mas uma boa noticia é que ela pode ser tratada e reconstruída em qualquer fase de nossa vida.

Uma informação muito importante é que através das escolhas que fazemos vamos alimentando nossa autoestima com conteúdos positivos ou negativos.

Então se você faz escolhas desastrosas, mesmo sem querer você fortalece o que é ruim. O segredo então está em: quanto mais escolhas positivas você fizer, mais autoestima você adquire e mais forte fica.

Vamos Aprender Maneiras de Reconstruir e Elevar Sua Autoestima?

Exercite o autoconhecimento

Valorize e enfatize suas qualidades, faça uma lista e saiba exatamente quais são elas, você também pode perguntar para pessoas próximas quais as qualidades que elas enxergam em você, reconheça seus defeitos e busque seus pontos de melhoria, todos nós temos qualidades e defeitos e eles são o conjunto de nossas características.

Ao se conhecer você saberá com clareza fazer escolhas mais assertivas para sua vida em qualquer área, inclusive na vida amorosa.

Não se autocritique demais

Todos os seres humanos erram, então permita-se errar, mas é importante não manter-se no mesmo erro. A autocrítica em excesso revela a intolerância á frustração, ou seja, cada erro que você comete será uma verdadeira tortura. Ninguém conseguirá agradar 100% seu parceiro e vice-versa, pois isso é humanamente impossível.

Saia do papel de vítima e se responsabilize

Cada um dentro da relação tem responsabilidades e deve assumi-las, se algo não vai bem descubra qual o seu papel nesse problema e resolva, não espere a atitude para se posicionar e solucionar o que precisa. Responsabilize-se pelas suas experiências.

Separe um tempo para você

Faça atividades sem o seu parceiro e deixe que ele também faça sem você, saia para se divertir, conversar, estudar etc, reserve um tempo só para você.

Mesmo estando juntos vocês podem e devem ter outras atividades sem o parceiro, isso fortalece a relação pois o casal não precisa abrir mão da individualidade que cada um precisam ter.

Deixe de querer controlar o que você não pode

A ansiedade e a frustração costumam minar a autoestima. Desista de querer mudar atitudes e comportamentos que não sejam os seus, entenda que querer controlar alguém é algo muito egoísta, deixe que o outro se mostre como ele realmente é, não tente mudar ninguém a não ser você mesma, você tem a opção de aceitar a pessoa como ela é ou não. Foque em você e na sua própria mudança, ao fazer isso você fortalece sua autoestima.

Aceite o que você não pode mudar

Mesmo com nosso esforço existem coisa que não podem ser mudadas, portanto, aceite as suas imperfeições, aquelas que você não pode mudar. Escreva, ou cole em algum lugar que você possa ler sempre: “eu tenho o direito de não ser perfeita, sou humana.”

Exponha sua opinião

Não imponha o que você quer nem sua opinião, mas verbalize, se expresse e mostre que sua opinião é tão importante como a do seu parceiro, dessa maneira você não fica insatisfeita e com a sensação de que sua opinião não tem valor, dessa maneira o casal consegue negociar e encontrar a melhor solução, isso fortalece a união e a importância de cada um na relação.

Ame-se sempre!

Se você quer saber mais sobre esse assunto, escrevi um E-Book onde fala sobre 5 atitudes que você NÃO deve ter para manter seu relacionamento sempre acima da média!!!!


 
Gostou? Te ajudou? Compartilhe comigo!!!!!

Continue Reading

Confie em si mesma!

Você está triste, chorando, e sentindo-se desvalorizada? Quando você se olha no espelho como você se vê? Uma mulher forte ou uma mulher fraca?

Aquela mulher forte, que se cuidava, que se valorizava que era independente ainda existe? Você se lembra de quando você se gostava? O que está acontecendo? Cadê o brilho dos seus olhos?

As pessoas só conseguem de você o que você permite dar, só permanece em sua vida se você aceita.

O que você está permitindo?

Olhe à sua volta e veja quantas coisas boas aconteceram e acontecem em sua vida todos os dias, só o fato de você acordar todos os dias e ter uma nova oportunidade já te faz ter motivos para agradecer e lutar pela sua felicidade.

Encontre tempo para cuidar você, analise o que está acontecendo em sua vida, vale à pena viver da maneira como está?

Vale à pena deixar de ser a pessoa mais importante de sua própria vida e dar prioridade a outra pessoa que não corresponde? E você, onde está nessa história, qual está sendo o seu “papel”?

Eu gostaria de saber onde você está agora, está se escondendo de você mesma?

Eu tenho uma ótima notícia para você agora!

A vida é para ser vivida da melhor forma que você pode viver, encontre-se novamente com você mesma, ame-se, cuide-se, valorize-se… não adie sua felicidade, supere as dificuldades que enfrenta e erga a cabeça novamente, você é capaz, você possui recursos internos para alcançar uma vida satisfatória, pare de se fazer de vítima e comece a se responsabilizar pelo que acontece em sua vida, atraia bons pensamentos e aja de maneira otimista.

Como fazer isso?

Existem exercício simples e práticos que se aplicados podem sim aumentar a autoestima, mas é preciso colocar em prática, fazer, caso contrário nada irá mudar, ok?

A verdade é que existem algumas atitudes tais como mentira, falta de interesse e criticas destrutivas que literalmente acabam com relacionamentos e que infelizmente a grande esmagadora maioria das pessoas não se atentam para o quanto tais atitudes são danosas.

Se deseja realmente ter relacionamentos muito mais duradouros e felizes é preciso se esforçar para fugir dessas atitudes e pensando nisso escrevi um e-book onde falo de algumas dessas atitudes e como pode fugir das mesmas. 


 
Gostou do conteúdo? Considere compartilhar  com suas amigas e conhecidas para que esse conteúdo possa ajudar mais pessoas assim como ajudou você!

Beijos,
Renata Araújo.

Continue Reading

Liberte-se da dependência afetiva e ame de maneira equilibrada

A dependência afetiva acomete muitas mulheres, são mulheres que “amam demais”, se anulam, colocam o outro em primeiro lugar, no entanto, esse amor em demasia na verdade é uma carência afetiva.

A vida se orienta em função de seus parceiros afetivos, elas abrem mão do próprio bem-estar e interesses pessoais.

Em determinados momentos de suas vidas um número elevado de mulheres é, em menor ou maior grau depende afetivamente de seus parceiros.

Esta dependência causa sofrimento, o equilíbrio emocional entra em crise se ela é afastada da pessoa a qual se tornou dependente.

A base desse comportamento está ligada aos afetos primários vivenciados.

A grande maioria dessas mulheres não foi adequadamente querida e valorizada por pessoas significativas em sua vida, e como recebeu pouco carinho ao longo de sua vida, tenta diminuir sua carência doando-se em excesso.

Dão aos outros bem mais do que lhe é pedido e esperam receber em troca o carinho de que necessitam.

Nesse momento o que pode surgir é o ciúme. Como já sabido, o ciúme em equilíbrio é bom, mas em desequilíbrio pode colocar o relacionamento em cheque.

Deseja saber mais sobre ciúme? Confira o artigo “Como ter relacionamentos saudáveis e se livrar do ciumes?

A necessidade de controlar as pessoas e os relacionamentos, por medo da perda, por carência ou por insegurança, é outro comportamento frequente.

O problema surge quando tenta disfarçar colocando-se como uma pessoa sempre pronta a ajudar, e além disso, idealiza os relacionamentos ao invés de enxergar a situação real como ela é.

Por esse motivo, acaba envolvendo-se com pessoas cuja vida emocional é complicada, instável e sofrida, o que torna a vida mais difícil.

A chave está em Responsabilizar-se pela sua Própria Vida e felicidade.

É fundamental reconhecer que algo não está bem no próprio comportamento. Buscar do lado de fora de si mesma uma fonte de felicidade é uma armadilha.

Todos os seres humanos em algum momento passam por sofrimentos e carências, no entanto, esperar que outra pessoa supra essas faltas não é o melhor caminho.

A capacidade de cuidar de si mesma é um potencial inerente a todas nós que precisa ser descoberto ou relembrado, encorajado e vivido. Não fomos criadas para sermos prisioneiras emocionalmente em nenhuma circunstância, não somos metade, somos inteiras.

As relações afetivas são imperfeitas mas precisam de equilíbrio na troca de amor, caso contrário a pessoa pode mudar o parceiro mas o comportamento irá se repetir.

Quanto mais autoconhecimento e autoconfiança, mais regulada será a nossa maturidade emocional e melhor será a qualidade e satisfação do relacionamento.

Se você quer saber mais sobre comportamentos que acabam com relacionamentos e como fazer para preservar o amor na relação, eu escrevi um ebook  fantástico e tenho certeza vai te ajudar


 
Gostou do conteúdo?
Como este texto te ajuda?!
O que você vai fazer por você?!

Continue Reading

Como ter Relacionamentos Saudáveis e se Livrar dos Ciúmes?

como se livrar dos ciumes

Olá minhas amadas, tudo bem? Como se livrar dos ciúmes, ter relacionamentos saudáveis, felizes e duradouros é uma pergunta que vocês se fazem?

Um assunto muito comum quando falamos em relacionamentos amorosos são os ciúmes.

Ele é um componente muito bom para a relação quando moderado pelo casal e faz parte de qualquer relacionamento amoroso, se os dois sentem ciúmes um do outro de maneira controlada é sinal de que se amam, estão atentos e se importam com a relação.

No entanto, não são todos que conseguem agir dessa maneira, isso acontece porque o ciúme sempre tem origem em nossas experiências agradáveis (que não queremos perder) quanto desagradáveis (queremos evitar que aconteçam novamente).

Frases como: “Sou muito possessiva”, “Sou muito insegura”, “Sempre penso que vou ser traída”, “Não confio no meu namorado/marido”, “Todos os homens traem”, pairam os pensamentos de muitas mulheres causando muitos conflitos internos e para o casal.

O ciúme em excesso é fonte de muitos fins de relacionamentos amorosos, ele destaca aspectos psicológicos que denotam solidão, conflitos internos, angústia.

A pessoa ciumenta deixa de olhar para si, preocupar-se com seus objetivos pessoais e foca sua atenção para a vida do outro, tentando controlar.

Sabemos que só é possível controlar as nossas próprias emoções e comportamentos, que tomar posse dos sentimentos do outro é impossível.

Para modificar o ciúme excessivo é necessário reconstruir a autoestima que está prejudicada, já que o foco da atenção do ciumento em excesso é o outro o que causa o auto-abandono e junto com ela fortalecer o modificar sentimentos negativos.

Esta reconstrução é feita a partir do momento em que a pessoa decide focar em suas motivações, trabalhar seus conflitos pessoais, confrontando as experiências desagradáveis e desenvolvendo mecanismos eficazes para que as experiências ruins não deixem “feridas abertas” ou cicatrizes profundas.

É fundamental ter consciência de que não é possível nem saudável querer controlar alguém, quando a pessoa passar a cuidar de si mesma e se valorizar ela está apta a atrair e conquistar uma vida amorosa plena.

A seguir trago para vocês um teste elaborado por Hubert Happel que pode ajuda-las a conhecer aspectos e constatações diárias nas quais nos envolvemos em nossas relações.

Assinale as reações que melhor se adapte à sua pessoa marcando as alternativas em cada questão e depois reflita sobre possíveis resultados:

Como ter Relacionamentos Saudáveis e se Livrar dos Ciúmes? Reação Nº 01

Seu parceiro lhe conta que ficou conversando com uma pessoa de quem gostou bastante. Trata-se de um (a) novo (a) amigo (a) do trabalho.

Como ter Relacionamentos Saudáveis

Qual sua reação?

a) Você quer falar com essa pessoa o quanto antes
b) Você fica contente com essa nova amizade dele (a) e sugere um encontro a três.
c) Você fica contrariado (a) e muda de assunto
d) Você deixa claro que não tem nada contra as amizades profissionais, mas pergunta se ele tem logo a necessidade de transformar a pessoa em amigo (a).

Como ter Relacionamentos Saudáveis e se Livrar dos Ciúmes? Reação Nº 02

Você conhece uma pessoa e gosta dela. Qual será sua a reação diante de seu parceiro?

Como ter Relacionamentos Saudáveis

a) Você apresenta logo essa nova pessoa a ele (a) para que também faça amizade
b) Você conta da nova amizade, mas evita um encontro, porque tem medo da reação do parceiro
c) Você não conta nada sobre a nova amizade
d) Você fala da nova amizade, mas não sugere um encontro a três justificando que talvez seu parceiro não goste dessa nova pessoa.

Como ter Relacionamentos Saudáveis e se Livrar dos Ciúmes?Reação Nº 03

Você assiste junto com o parceiro um filme na qual o sexo desempenha um papel importante. Qual será sua reação nas cenas “quentes” e intimas.

Como ter Relacionamentos Saudáveis

a) Você observa o parceiro enquanto ele está assistindo a cena e se sente posto de lado (em segundo plano)
b) Você continua a agir da mesma forma durante todo o filme, ou seja, é natural e neutro independente do tipo de cena que está sendo apresentada e mantém simpatia com seu parceiro.
c) Você se sente constrangido (a) e fica querendo que a cena chegue logo ao fim.
d) Você se ente desconfortável a ponto de querer mudar de filme ou desligar o aparelho.

Como ter Relacionamentos Saudáveis e se Livrar dos Ciúmes?Reação Nº 04

Você e seu parceiro encontram sem querer com antigos amigos (as) dele (a) que você ainda não conhecia. Qual será sua provável atitude?

Como ter Relacionamentos Saudáveis

a) Você mantém uma atitude de reserva e quer que o encontro termine o quanto antes.
b) Você se interessa pelos antigos amigos (as) dele (a)
c) Você adota uma atitude áspera e tenta sair dali ou deixá-lo sozinho com seus amigos (as)
d) Você se sente satisfeito por encontrar pessoas que já fizeram parte da vida de seu parceiro e as convida para fazerem uma visita ou para próximos encontros.

Como ter Relacionamentos Saudáveis e se Livrar dos Ciúmes?Reação Nº 05

Seu parceiro, por motivos profissionais, deve participar de um treinamento durante todo um final de semana e logicamente não pode levá-lo (a). Qual será sua possível reação?

Como ter Relacionamentos Saudáveis

a) Você faz drama e consegue obrigar seu parceiro de não ir.
b) Você acha o fato perfeitamente normal e resolve fazer qualquer outra atividade durante esse final de semana tratando de assuntos de seu interesse.
c) Você diz: “entendo, é normal, é uma pena que não poderemos passar o final de semana juntos”. Porém você busca uma possibilidade de estar lá no mesmo hotel que ele (a) e acaba “passando” por lá para vê-lo (a).
d) Você fica bombardeando ele (a) de perguntas até ter a certeza de que realmente é um treinamento e que ele realmente é obrigado a ir sozinho sem poder levá-la (o).

Como ter Relacionamentos Saudáveis e se Livrar dos Ciúmes?Reação Nº 06

Vocês saem juntos para uma balada. Você tem a impressão de que seu parceiro dança mais vezes que de costume com outras pessoas. Qual será sua possível reação?

Como ter Relacionamentos Saudáveis

a) Nenhum problema, meu parceiro gosta de mim e eu gosto dele. Tenho confiança e isso não vai mudar dançando com alguém.
b) Isso está indo longe demais. Quando ele (a) parar de dançar, vou falar um monte.
c) Bem, acho que está na hora de ir embora. Esse lugar está ficando chato.
d) Você o chama no canto e lhe dá um conselho em forma de ordem “quero que fique comigo, não suporto mais isso”.

Como ter Relacionamentos Saudáveis e se Livrar dos Ciúmes?Reação Nº 07

Vocês vão juntos a uma festa. Você percebe que estão dando em cima de seu parceiro (a). Qual será sua reação?

Como ter Relacionamentos Saudáveis

a) Você fica chateado (a), porém leva na esportiva, mas certamente fica triste e magoada por ele (a) não evitar.
b) Você se diverte juntamente com a situação e sente-se satisfeito (a) por saber que ele (a) é desejado (a) por outras pessoas.
c) Você faz questão de ir embora o quanto antes
d) Você fica agressivo (a) com ele (a) e com as outras pessoas.

Tabela de interpretação e de contagem dos pontos.

Perguntas 1 2 3 4 5 6 7

A – 5 0 10 8 10 0 10

B – 0 5 0 0 0 5 0

C – 8 10 5 10 8 8 8

D – 10 8 0 0 10 10 8

Pontuação máxima 70 pontos

Interpretação (para reflexão)

De 38 a 70 pontos

Você tem tendência a revelar comportamento de ciúmes que muitas vezes não tem razão para existir.

Ao que parece você se expõe constantemente ao risco de descobrir motivos de suspeita em determinadas formas de comportamento de seu parceiro.

Você se sente um tanto inseguro e seu ciúme deve prejudicá-lo em muitas relações. Reveja seus conceitos e busque acreditar em sua capacidade de manter alguém ao seu lado por conta daquilo que você pode oferecer, acredite mais em você.

De de 8 a 37 pontos

Você muitas vezes tem ciúme sem motivo, porém isso não chega a dominar suas relações, pois isso se manifesta com baixa frequência e talvez com motivos que o deixaram um tanto em suspeita, porém você acredita em você e na sua capacidade de manter suas relações. Você parece ter domínio sobre as situações críticas e consegue fazer um autoexame demonstrando compreensão pelo outro (a).

Pontuação abaixo de 08 pontos

Você se sente seguro o bastante em sua relação para não sentir ciúme.

Não levanta suspeita sobre o parceiro e busca uma relação positiva nutrindo a relação de sentimentos valorativos, não tendo necessidade de discutir rivalidades.

Em face de uma possível boa comunicação que procura estabelecer, o ciúme não é desejável e nem necessário pelo seu ponto de vista.

Então, o que encontrou em seu teste? Deixe seu comentário aqui!

Deseja saber mais sobre como ter um relacionamento saudável, duradouro e feliz? Escrevi um e-book onde eu falo de 5 atitudes que deve excluir de sua vida para que seus relacionamentos sejam duradouros, felizes e saudáveis e você pode garantir o seu no link abaixo enquanto ainda está disponível.

Gostou do conteúdo? Compartilhe com amigas e amigos como forma de fazer com que elas possam se beneficiar assim como você!

Beijos,
Fique com DEUS!

Continue Reading