Você se doa demais no relacionamento?

mulher-sozinha

mulher-sozinha

Doar-se é necessário, mas é preciso identificar quando estamos doando mais ao parceiro que a nós mesmas e não estamos permitindo que o parceiro nos doe.

Quando deixamos de ser quem somos para satisfazer ou viver a vida de outro alguém, damos a essa pessoa o domínio que ela não deveria ter sobre nós.

Quando a gente se doa de maneira exagerada nos nossos relacionamentos fazemos de tudo para suprir qualquer necessidade pois queremos passar a mensagem de que realmente gostamos.

Quando fazemos isso acreditamos que o nosso parceiro irá apreciar e retribuir todo nosso esforço da mesma maneira.

O que muitas mulheres não sabem é que um homem se apaixona quando é ele quem está doando a você e não quando você se doa demais, e lhe cabe aceitar ou não o que ele está te oferecendo e permitir que ele se apaixone por você.

Claro que não existe um dispositivo para medir quem faz mais numa relação, a intenção não deve ser esta, pois não estamos falando de competição, basta observar o que você está fazendo e equilibrar, existem muitos recursos interessantes e prazerosos de demonstrarmos interesse e afeto:

  • Telefonemas,
  • cartões coloridos com mensagens,
  • presentinhos enviados de surpresa pelos correios,
  • flores,
  • livros,
  • chocolates,
  • emails,
  • atenção,
  • presença,
  • companheirismo,
  • um jantar romântico,
  • enfim, uma infinidade.

Mas é necessário perceber, assumir pra si mesma e apreciar o caminho inverso:

  • ser lembrada e apreciada com carinho e amor por alguém.

Não numa troca feita através da mesma moeda, mas com a intensidade com que se estabelece uma boa relação: através da reciprocidade, entendendo que cada um tem sua própria energia.

Então se você não está satisfeita com os resultados que vem obtendo, mude e permita-se receber do seu parceiro. Eleve o seu EU feminino receptivo e empodere-se, dessa maneira você dá oportunidade para os homens agirem a partir da essência masculina e o equilíbrio acontece para ambas as partes.

Sempre que você se vê doando-se demais se pergunte se o que está fazendo é realmente necessário. Se a resposta for sim, faça, se a resposta for não espere um pouco mais e permita que o homem  se doe para você.

Questione-se quanto ao comportamento submisso e manipulador do doar-se em excesso. Ao tentar manipular alguém  se doando demais você só causa insegurança, medo e submissão a si mesma. O que você faz é colocar suas necessidades de lado e focar nas necessidades do outro, traindo a si mesma.

Se você está acostumada a doar-se demais e atrair homens que recebem tudo que você está oferecendo e te deixam  vazia e carente, pode ser hora de repensar suas atitudes e se questionar se está plena e feliz fazendo o que sempre fez.

Permita-se receber e veja os resultados.

Gostou do artigo? Se inscreva na nossa lista Vip e receba em primeira mão mais dicas como essas.

Lista Vip! Para onde envio suas atualizações?

Gostou deste artigo? Então digite seu nome e e-mail abaixo para receber as atualizações:

Um beijo enorme!
Renata.

Renata Araujo Coach

Oi, tudo bem? Seja bem vinda! Sou Psicóloga, Coach de Vida e Relacionamentos, Consultora em Relacionamentos Afetivos para mulheres, sou uma eterna estudante, aprendiz e apaixonada por ajudar.

Você também irá gostar:

4 Comentários

  1. Isso vale também para mim – que sou homem.
    Doei-me demais por quem que se doava de menos. Mulheres são iguais a homens, só que com uma pizza no lugar do churro.

  2. Seu ponto de vista é bem interessante, mas já pensou ao contrário?
    Quando um homem faz de tudo por uma mulher e ela retribui Muito menos?
    Pois é, esse é meu caso, entendo que a minha namorada trabalha e estuda, mas quando chega o final de semana é um desespero para já ir embora logo, isso quando só vejo 1 dia do final de semana…
    Já estou ficando de saco cheio…
    Fazer demais e não ser retribuido….

  3. William, obrigada pela sua opinião! De fato existem os dois lados da moeda e cada caso é único. As dicas e textos que escrevo são direcionadas para mulheres, mas não deixam de servir também para homens.
    Abraços e sucesso!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.